domingo, março 24, 2013

Da vida e da Arte.


A palavra "Casamento" muitas vezes soa de forma assustadora para muitas pessoas. Meus avós não foram exemplos de casamentos felizes, conheço poucas pessoas que falam do próprio casamento de forma bacana, na maioria das vezes falam de maneira irônica e amarga, e eu mesmo do fundo de toda a minha boa vontade, sempre tive medo da palavra e da ação, da prática.
Além disso, nunca fui a menina que ama rosa, que sonha com o príncipe e que queria ter tido a festa de 15 anos e casar com um grande vestido de noiva. Sempre pensei de forma mais livre, o rótulo da palavra sempre me incomodou a ponto de sim, eu acreditar numa vida em comum com alguém, mas abolir os rótulos todos que a palavra traz.
Eu sou livre, não preciso entrar em umas de querer as coisas porque esperam que eu queira e porque rotular é a melhor maneira de aceitá-las. Eu moro junto, eu tenho um casamento com meu companheiro e isso para mim é suficiente, claro que eu gostaria de ter um dinheiro sobrando e fazer uma festa para a minha família e a dele para dizermos: estamos juntos, felizes, planejando o presente e o futuro juntos. Mas ainda não temos esse dinheiro para a festa do nosso jeito.
Vejo tantas coisas bobas, leio nessas redes sociais tanta babaquice, que muitas vezes me pergunto em que mundo essas pessoas vivem, não é o mundo real, é o mundo do deslumbre, do consumismo, do querer por querer. O importante se perde diante de tanta futilidade, para ter meu casamento do meu jeito, eu não preciso de um vestido gigante, nem de uma igreja cheia de lindas flores e tudo que querem que eu acredite para que possamos ser felizes e abençoados. Eu já o tenho e eu posso passar a minha vida toda assim: sendo abençoada pelo Deus que eu acredito e pelas pessoas que me são importantes.
Um dia quando eu puder fazer um happenning do meu jeito, do jeito dele, do nosso jeito, aí sim! Para mim a aliança é só um detalhe de tudo isso, tem muita gente que usa aliança e que não respeita toda a simbologia por trás dela, eu não quero isso para mim, só uso aliança se eu garimpar o ouro e aprender a fundir e fazer as nossas alianças, as coisas só tem sentido para mim se forem assim, construídas, se tiver história, significado além dos rótulos. :)

Nessas últimas semanas fiz bastante coisa, finalmente fiz um quadro que estava encomendado fazia tempo e fiz a Amy Winehouse. 

Amy Winehouse
Acrylic on Canvas - 50 X 80 cm

 Audrey Hepburn
Acrylic on canvas - 70 X 100 cm

 Wall 

2 comentários:

Chrys disse...

Achei lindo o quadro da Amy! Gostaria muito de comprá-lo para dar de presente. Ele estaria a vendaa?
Abraços

Gicelle Archanjo disse...

Chrys, o quadro está a venda no link: http://www.tanlup.com/product/883373/amy

Obrigada pelo comentário!:)