quarta-feira, março 12, 2008

Eu

Saber quem eu sou é um grande mistério, só sei que ando com a cabeça nas nuvens, sempre correndo e perdendo as coisas... no momento perdi meu livro, nâo sei onde coloquei...





Minhas linhas vão e voltam, se entrelaçam em meus cabelos e fazem nós nas minhas idéias.Sou todas as linhas, curvas e retas, finas e grossas, buscando sempre um eixo, uma linha de chegada.

2 comentários:

Bah disse...

A Gicelle!!!

Idem a mim.

Saulo de Brito (Griffin) disse...

Sua palavras, as vezes simples, as vezes complexas, tão quanto suas ilustras surreais demonstram o qual interessante é sua personalidade. Todo esse amálgama é o pivô para a criação de execelentes trabalhos.

Eu também fico, as vezes, embaraçado em meus próprios conceitos sobre mim mesmo, mas quem acha que sabe tudo sobre si engana-se ao criar fantasias demais sobre sua individualidade.

Um abraço Gi, e continue postando estes trabalhos lindos e filosóficos!