segunda-feira, março 10, 2008

O gato

Se sentia gato, olhava para os outros sempre com um distanciamento, era firme, forte por fora, por dentro se sentia gato e era um gato arisco daqueles que fogem quando vê gente.

Pensava sempre sobre o quanto as pessoas eram fracas, e ele o gato, era o soberano, aquele que mandava e os outros achavam bom e ainda sorriam, satifeitas com tanta beleza.

Era bom ser gato, era preto... de pêlo macio e os olhos verdes marcantes e ferozes.

Era o gato mais lindo e querido e apesar de ser gato, era ingênuo, tinha medo mas acreditava nos seres humanos, na bondade deles.

Um dia ele acordou - o gato era homem, o homem mais sozinho e triste do mundo todo.

2 comentários:

Alan Belo disse...

Lindo texto Gicelle!...

Licida disse...

Gi! Vc tem que ler um livro que chama Bichos, de um autor portugues chamado Miguel Torga é muito, muito lindo!!!tipo o seu texto,LEIA!!!
Ah, ja falei que vc ta muito linda nessa fotinha?? bjs