quarta-feira, fevereiro 04, 2009

Muitas vezes...

...penso e penso e penso, não me canso de pensar, penso sobre tudo, sobre a minha vida, sobre o rumo que ela toma ou sobre o que faço com ela, sobre meus amigos de quatro patas e o amor que sinto por eles e o medo que tenho de ficar sem eles, família, namorado, arte, tristeza, coisas que vejo na rua e que acabam comigo. Muitas vezes estou dirigindo e me pego chorando com alguma coisa que vejo, é incontrolável, um cachorro, uma criança, um idoso, todo mundo nas ruas pedindo dinheiro, pedindo amor. Vejo que quanto mais velha fico, mais emotiva sou. É ruim ser assim, sinto demais... pode ser coisa do meu signo, pode ser hereditário ou por qualquer outra razão que desconheço. Ultimamente ando pensando muito, tenho muitos planos e medo de começar e nenhum dar certo. Tenho questionamentos, opiniões, críticas, muitas vezes não gosto de me mostrar, prefiro ficar na minha, outras vezes algumas coisas me deixam irritadas e não penso, já estou falando. Por que estou escrevendo isso? Bom, eu precisava escrever, falar para mim é mais dificil.

Segue um desenho antigão, de uns 5 anos atrás, mas acho que ele cabe bem nesse momento que estou passando. Travei, não consigo desenhar coisas que me deixem satisfeita. Comprei telas, pincéis, cavalete, tintas, gastei uma grana e não consigo começar a pintar. Travei.




lápis de cor e nanquim sobre canson

6 comentários:

pri.scila disse...

Oi Gi, acho que esse pensar contínuo faz parte do passar para a idadde adulta. Eu sei lá, parece que mesmo que a gente não queira refletir muito, as idéias e situações vão surgindo na nossa mente, como se em algum momento a gente pudesse chegar á conclusão deles e resolver todos os problemas. Sei lá, eu me sinto assim, as vezes quero desligar, ficar de boa, ser boba, mas parece q essa fase adolescente já passou e agora o que resta é a grande e responsável vida adulta que tenho que ter. Qto ás suas lágrimas, que bom que vc ainda as tem, pense em quão ruim seria observar tanta miséria e tristeza e não se sentir tocado por isso? Isso é amor, pelo ser humano, pela natureza.Pode ser que vc não acredite nisso, mas é a mesma forma como Deus vê toda as obras das Suas mãos. Cada vez querendo provar mais que pode sem Ele, e não enxergando a desgraça em que se encontra.
Desculpe, dessa vez, eu que escreví demais.. Abçs

Nelson LSR disse...

esse negócio de travar acontece com todo artista.se não aconteceu, um dia vai...é inevitável.
mas como tudo na vida, um dia passa e
a inspiração volta....
visite meu blog, quem sabe assim você não destrava....

Laise disse...

Eita Gi, vc é uma artista em todos os sentidos, até personalidade de artista vc tem!! São inquietações e sentimentos plausiveis, e vc os expressa a sua maneira.
No bom sentido, espero que vc seja inquieta pra sempre. Isso te renderá bons frutos.
Eu tb gostaria de ser menos emotiva com as coisas que vejo. Impossivel! mas fazer o que né?!

E pode deixar que seus planos darão certo sim!!!

A FANTÁSTICA FÁBRICA DE SONHOS ILUSTRADOS disse...

SIMPLESMENTE VC É UMA ARTISTA.
PEGUE PARA VER O DVD:
Modigliani: Paixão pela vida

Entenderá o que falo.

Tem os artistas simplesmente artistas como nós.

Tem os artistas burocratas

Tem os pseudos artistas

Tem os que não são artistas e que se acham.

Um verdadeiro artista é feito disso que sentes e observa. Extraia disso a essência da sua arte para não torná-la apenas pictórica. Quando me vi assim nessas horas transformei as lágrimas em idéias.

Qualquer arte que não tenha uma alma por trás é vazia, oca e sem graça.

PARABÉNS VC É UMA ARTISTA, SEJA BEM-VINDA!

BJS

Celso mathias

Saulo de Brito (Griffin) disse...

A arte por si necessita de todo essa mescla de sentimentos que surge ao vento, e nos faz querer chorar por tudo ou, até mesmo, sorrir por nada! Entretanto ela própria se encarrega de nos levar por um caminho de auto-conhecimento onde exteriorizamos aquilo que nos ajuda a amadurecer e a não enlouquecer.

Mas como diz uma canção do Maná: Seja combatente, sobrevivente, o que não te mata te fortalece!!

Então que todas estas emõções te enriquecam e te tornem tão atenta a necessidade do outro como já é!

Abraço!!

Marlowa disse...

Estou aprendendo que a crise é benéfica, destes questionamentos podem sair resoluções e frutos muito bonitos, você é artista, e como te disseram acima "bem-vinda", mas também estou aprendendo a administrar um poucoi esta sensibilidade (antena que capta tudo), para não sofrer e despender energias! Grata pela visita em meu blog! um abraço!